Cuidado com a Postura

Como você dirige? Qual posição você adota na hora do sono? Você costuma dar atenção à postura quando varre a casa, lava as louças ou realiza quaisquer atividades domésticas? No trabalho, como você se senta? Durante a prática de um exercício físico, você costuma se preocupar com a postura certa para executar o movimento? Estas são algumas perguntas às quais, normalmente, a resposta é sempre desfavorável no que diz respeito ao cuidado com a postura.

O dia a dia sempre agitado, a ausência de tempo ou mesmo a falta de conhecimento sobre cuidados simples podem acabar resultando em uma postura inadequada e, consequentemente, em diferentes problemas não, apenas, para a coluna vertebral, mas para a saúde do corpo inteiro.

A COLUNA VERTEBRAL

Também chamada de espinha dorsal, a coluna vertebral se articula superiormente com o crânio e inferiormente com o osso do quadril (ilíaco) e é dividida em quatro regiões: cervical (com 7 vértebras); torácica (com 12 vértebras); lombar (com 5 vértebras) e sacro-coccígea (com 4 vértebras).

Em sua estrutura, a coluna vertebral apresenta curvaturas consideradas fisiológicas, a saber: Lordose/cervical (convexa ventralmente); Cifose/torácica (côncava ventralmente); Lordose/lombar (convexa ventralmente); Cifose/pélvica (côncava ventralmente).

QUAL A FUNÇÃO DA COLUNA VERTEBRAL?

Dentre as principais funções inerentes à coluna, podemos mencionar o suporte do peso do corpo; a proteção da medula espinhal e dos nervos espinhais; a promoção de maior flexibilidade ao corpo e também o papel fundamental na locomoção e na postura.

POSTURA INCORRETA? SEU CORPO PADECE

Se você não adota uma postura correta no dia a dia, quer seja em casa, no trabalho, no lazer ou durante a prática de atividades como dirigir é bem provável que o mau hábito seja responsável pelo surgimento de desvios anormais na coluna: acentuando as curvas (normais) já existentes, gerando a hiperlordose ou a hipercifose, por exemplo ou tornando as curvaturas pouco evidenciadas, neste caso a coluna é reta).

Os desvios posturais, por sua vez, podem levar ao uso incorreto de outras articulações, como ombros, braços, quadris, joelhos e pés. Isso ocorre porque diante do desequilíbrio postural o corpo buscará, naturalmente, compensações a fim de manter o indivíduo em equilíbrio (o que, normalmente, também pode causar enrijecimento e encurtamento dos músculos). Além disso, os desvios posturais poderão acarretar, com o passar do tempo, pressão entre as vértebras, gerando as famosas dores nas costas.

Todas as partes do corpo estão interligadas. Portanto, se você não utiliza uma postura adequada durante suas atividades corriqueiras, todo o seu corpo poderá ser afetado e não, apenas, a coluna. Confira outras estruturas que também podem ser prejudicas pela má postura:

– Coração: implica tendência ao aumento da pressão sanguínea e do colesterol.

– Pulmão: o indivíduo não consegue inflar completamente o pulmão, o que interfere no processo de respiração: ele passa a respirar menos e o próprio sangue se torna pobre em oxigênio, enfraquecendo o organismo.

– Pernas: sentar com postura inadequada, por exemplo, causa má circulação, gerando inchaço nas pernas e nos tornozelos.

– Sentidos: a tensão que a má postura causa acaba prejudicando até mesmo os sentidos, como a visão, por exemplo, afetada por um pescoço muito tensionado que não permite que a cabeça vire facilmente.

COMO CORRIGIR A POSTURA?

O importante é jamais forçar demais, apenas, uma parte do corpo, os ossos têm que suportar pesos iguais. Quando você senta, por exemplo, nunca deve apoiar o peso somente em uma perna, deixando a outra solta. É fundamental o aprendizado do não desperdício de energia durante a execução de movimentos ou em posição estática, distribuindo o peso do corpo de forma equilibrada. Algumas dicas para evitar problemas posturais:

– ATIVIDADES DOMÉSTICAS

Na realização de atividades domésticas, evite trabalhar com o tronco totalmente inclinado se estiver em pé; no ato de passar roupa, a mesa deve ter uma altura suficiente para que a pessoa não se incline, outra dica é utilizar um apoio para os pés alternando-os sempre que houver algum incômodo. Para calçar os sapatos não incline o corpo até o chão, sente-se e traga o pé até o joelho. Ao se elevar um peso acima da altura da cabeça, deve-se apoiar o peso no corpo e subir em uma escada ou banquinho para depositá-lo adequadamente. Ao erguer um peso deve-se abaixar flexionando os joelhos até em baixo sem curvar a coluna, levantar-se transferindo a carga para os músculos das pernas que são mais fortes do que os da coluna, caso seja possível coloque o objeto em um carrinho e empurre.

– AO DORMIR

Na hora de dormir também são necessários cuidados como escolher um bom colchão semi-rígido ou de espuma para distribuir bem o peso do corpo, um bom travesseiro e adotar algumas posturas corretas na cama. Se você costuma dormir de barriga para cima utilize um travesseiro em baixo dos joelhos; ao dormir de lado, um travesseiro entre as pernas que devem estar dobradas. Dormir de bruços não é recomendado, mas se você não consegue de outro jeito utilize um travesseiro embaixo da barriga e não da cabeça, diminuindo a curvatura lombar.

– AO SENTAR

Sentar corretamente também é muito importante para uma boa postura. Procure manter os pés apoiados no chão; coxas tocando suavemente a maior área possível do assento; evite cruzar as pernas e deixe-as ligeiramente afastadas; a coluna deve ser mantida ereta, de forma a preservar suas curvas naturais (encoste as costas completamente no sofá ou na cadeira, evitando esparramar-se). Manter a coluna ereta é sempre melhor do que deixá-la inclinada em qualquer situação. Adotar uma postura correta para sentar evita dor nas costas e sérias lesões na coluna vertebral. Quando se senta da maneira apropriada há uma distribuição uniforme das pressões sobre os discos intervertebrais e os ligamentos e os músculos trabalham em harmonia, evitando desgastes desnecessários.

– AO TRABALHAR

No trabalho também é importante adotar posturas menos prejudiciais no dia a dia. Os braços devem ficar pendidos ao longo do corpo ou os antebraços apoiados na mesa de trabalho. Evite torções de corpo inteiro, levante-se ou use uma cadeira apropriada que gire com facilidade para pegar algo, falar com alguém ou jogar papel no lixo. Caso trabalhe com computador, procure regular a tela de modo que a borda superior fique na altura do olhar para o horizonte, mantenha o queixo paralelo ao chão. Para ler, evite ao máximo ter que baixar a cabeça, se for preciso adquira um suporte de livros.

Tratamento NÃO cirúrgico para
Hérnia de Disco e Dor Ciática

Conheça o Tratamento

Receba mais informações sobre Dor nas Costas
gratuitamente em seu e-mail.