Dor na coluna cervical: Causas e Tratamento.

 

dor-coluna-cervicalÉ muito comum encontrarmos pessoas que sofrem ou já sofreram com dores no pescoço. Em maior ou menor intensidade, a maior parte da população é afetada pela cervicalgia ou, simplesmente, dor cervical. Em grande parte dos casos, a dor surge e desaparece espontaneamente. A rigidez no pescoço, normalmente, acompanha a dor, que pode irradiar para os braços ou para a região dos ombros.

Mas em outros casos, a dor cervical pode estar associada a doenças degenerativas da coluna.

Entendendo a coluna cervical

Graças a grande flexibilidade da coluna cervical, a cabeça consegue ter uma boa mobilidade em movimentos de girar, estender para trás ou flexionar para frente, por exemplo. A realização desses movimentos é possível, sobretudo, em decorrência do trabalho das articulações da coluna, que também auxiliam na proteção do conteúdo interno – a medula espinhal. Uma estrutura mais flexível, denominada disco intervertebral, localiza-se entre as vértebras, auxiliando na mobilidade e atuando como uma espécie de “amortecedor” do conjunto de vértebras. Mas com o passar dos anos, o disco pode sofrer graus variáveis de degeneração, ficando mais fino ou até mesmo se deslocando do seu local natural entre as vértebras. O resultado desse fenômeno pode ser a causa da dor na coluna cervical.

Doenças que causam dor na coluna cervical

As doenças que, comumente, causam dor na coluna cervical, são: torcicolo (dor que se limita aos músculos ao redor do pescoço), estenose cervical (formação de osteófitos, mais conhecidos como “bicos de papagaio”, que ocupam espaço e acabam comprimindo áreas onde estão presentes estruturas nervosas, causando dor, formigamentos, dormência e fraqueza), hérnia de disco cervical (ruptura na parte externa do disco intervertebral, o ânulo fibroso, com consequente deslocamento do material interno, o núcleo pulposo, que acaba comprimindo alguma raiz cervical), traumatismos, neoplasias, artrose, etc.

Além dessas doenças, outros fatores também podem contribuir para o surgimento ou agravamento da dor na coluna cervical.

Lesões e acidentes;

Movimentos repetitivos;

Má postura por muitas horas;

– Estresse ou tensões emocionais.

Como a dor na coluna cervical pode ser tratada

A maior parte das condições dolorosas pode ser solucionada com o tratamento clínico. A Reconstrução Músculo-Articular da Coluna Vertebral (RMA da Coluna Vertebral) é um método não-cirúrgico, desenvolvido pelo ITC Vertebral para tratar diferentes tipos de lesões na coluna, como a cervicalgia (dor na coluna cervical). O programa fisioterapêutico utiliza técnicas de Fisioterapia Manual, Mesa de Tração Eletrônica, Mesa de Descompressão Dinâmica, Estabilização Vertebral e exercícios de Musculação ou Pilates.

Veja os detalhes sobre cada etapa do Tratamento

Tratamento NÃO cirúrgico para
Hérnia de Disco e Dor Ciática

Conheça o Tratamento

Receba mais informações sobre Dor nas Costas
gratuitamente em seu e-mail.