Precisando de Ajude? Mande uma mensagem para nossos profissionais

Degeneração Discal

Doenças na Coluna

O que é a Degeneração Discal?degeneração discal tratamento com fisioterapia

A degeneração discal (Osteocondrose Intervertebral) é um processo degenerativo comum envolvendo o núcleo pulposo. Com o avanço da idade são observados a desidratação e o ressecamento do disco intervertebral, particularmente o núcleo pulposo. Essas alterações começam na segunda ou na terceira década da vida e tornam-se importantes na meia-idade e em indivíduos idosos.

O núcleo se torna mais facilmente fragmentável e perde a qualidade elástica que possuía na juventude. Ele torna-se de cor amarela ou amarelo-amarronzado e a aparência de casca de cebola do núcleo pulposo muda, desenvolvendo rachaduras ou fendas dentro de suas substâncias.

À medida que a osteocondrose intervertebral progride, o disco intervertebral diminui em altura, as fibras anelares projetam-se e as bordas das extremidades cartilaginosas degeneram-se e fraturam-se. Trabéculas adjacentes nas regiões subcondrais dos corpos vertebrais espessam-se. Radiograficamente vistas neste estágio são a perda do espaço do disco e a esclerose de áreas peridiscais do corpo vertebral.

Com o colapso das fibras de Sharpey, a força propulsora do núcleo pulposo leva a um deslocamento anterior e lateral do anel fibroso. O deslocamento eleva o ligamento longitudinal anterior e há tração no local da união do ligamento com o corpo vertebral. Esse local está a alguns milímetros da junção discovertebral. Os osteófitos resultantes da tração ligamentosa anormal correm primeiro numa direção horizontal, antes de tornarem-se verticais. Eventualmente, os crescimentos ósseos anormais podem transpor o disco intervertebral.

Sintomas da degeneração discal

A principal conseqüência do processo degenerativo discal é a incapacidade para a absorção de impactos, desencadeando instabilidade da coluna lombar. Para suprir esta instabilidade decorrente da degeneração discal ocorrem dois fenômenos importantes relacionados à dor: contratura da musculatura paravertebral, na tentativa de suprir a instabilidade local, e a longo prazo degeneração discal e instabilidade (hipermobilidade), que poderão desencadear um processo degenerativo nas articulações inter-apofisárias posteriores e a formação de osteófitos ( bicos de papagaio) como tentativa do organismo em estabilizar a região. Ambos os mecanismos estão relacionados à dor crônica, com diminuição do arco de movimento, porém sem manifestações neurológicas ou dores radiculares.

Diagnóstico e Exames

O diagnóstico clínico é difícil, devido a inespecificidade dos sintomas. Radiografias simples possibilitam a visibilização da diminuição do espaço discal e das alterações degenerativas. O exame mais sensível e específico é a ressonância magnética, que mostra o grau de hidratação e a visibilização perfeita da degeneração discal.

Tratamento para degeneração discal

RMA da Coluna Vertebral

É um programa fisioterapêutico que utiliza técnicas de Fisioterapia Manual, mesa de tração eletrônica, mesa de descompressão dinâmica. Estabilização Vertebral e Exercícios de Musculação. Ele visa melhorar o grau de mobilidade músculo-articular, diminuir a compressão no complexo disco vértebras e facetas, dando espaço para nervos e gânglios, fortalecer os músculos profundos e posturais da coluna vertebral através de exercícios terapêuticos específicos enfatizando o controle intersegmentar da coluna lombar, cervical, quadril e ombro.

Etapas do tratamento

Fisioterapia manual

A disfunção dos tecidos moles pode alterar o movimento articular e diminuir a eficácia da mobilização-alongamento da articulação. É por isso que o tratamento frequentemente começa com este procedimento visando diminuir a dor e o espasmo muscular ou aumentar a mobilidade dos tecidos moles. Esses procedimentos auxiliares podem também tornar mais fácil a realização da mobilização das articulações, produzindo um efeito mais duradouro. Dentre as técnicas de fisioterapia manual utilizamos a Osteopatia, Maitland, Mulligan e mobilizações articulares.

Saiba mais sobre Fisioterapia manual

Mesa de Tração Eletrônica

Grandes fabricantes de equipamentos terapêuticos e cientistas americanos investiram seriamente em pesquisas durante décadas enquanto aprimoravam técnicas seguras e eficazes de utilizar a tração vertebral e melhorar seus benefícios.

Pesquisas realizadas nos EUA mostram que técnicas de tração vêm sendo usadas com sucesso, durante anos, no tratamento das discopatias e doenças degenerativas da coluna vertebral.

Saiba mais sobre Mesa de Tração Eletrônica

Mesa de Flexão-Descompressão

Este equipamento possibilita que o fisioterapeuta tenha total controle sobre a mobilidade da coluna vertebral do paciente, permitindo movimentos de flexão, extensão, látero-flexão e rotação. Desta forma, o tratamento pode ser realizado de uma forma mais confortável, conseqüentemente mais precisa.

Saiba mais sobre Mesa de Flexão-Descompressão

Estabilização Vertebral

Durante o primeiro mês de tratamento utilizamos também a técnica de estabilização vertebral que foi desenvolvida na Austrália com o objetivo de fortalecer os músculos profundos da coluna vertebral e melhorar o grau de estabilidade vertebral. Para isso contamos com o equipamento Stabilizer.

Saiba mais sobre Estabilização Vertebral

Musculação ou Pilates

Musculação

Após o término das sessões previstas é fundamental buscar alternativas para manter os benefícios decorrentes do tratamento. Serão necessários estímulos frequentes e graduais que garantam a integridade das estruturas músculo-esqueléticas envolvidas e previnam contra novas crises. A opção eficiente e segura é um programa de exercícios de musculação que incluem os principais componentes da aptidão física relacionados à saúde (potência aeróbica, força e flexibilidade) ajustados de acordo com a especificidade da situação e supervisionados por profissionais de Educação Física.

musculacao2

Pilates

É um método que preconiza alcançar um desenvolvimento do corpo de forma uniforme, objetivando uma melhora no condicionamento físico e mental com exercícios globais, isto é, que exigem um trabalho do corpo todo, utilizando diferentes aparelhos e equipamentos.

Através dos seus princípios, concentração, fluidez, controle, respiração, centro de força, postura o praticante do método irá melhora sua consciência corporal, flexibilidade, equilíbrio e força muscular.
pilates1

Saiba mais sobre Musculação e Pilates

Esta entrada foi publicada em Doenças da Coluna. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Nosso conteúdo lhe ajudou?

indique ao google e compartilhe com seus amigos

Outros Artigos:

 
  • Elenita

    Fiz ressonancia e foi constatado degeneracão da coluna[creio mesmo que dos ossos em geral]principalmente a tarde qdo ja estou em casa,sinto forte pressão parte inferior das pernas com calor intenso nos pés,estou certa ser consequencia da coluna,tbem a alguns anos tenho barulho intenso na cabeca,e tinha muita tontura,tenho controlado a tontura a uns 15 anos com rivotril,e esse tipo de enxaqueca que vi alguns relatos,ja tive com mais frequencia,mas ainda tenho e o fundo dos olhos doem muito,um lado todo da cabeca,até gengiva,ouvido,pescoco…e dura uns 3 a 4 dias,gracas não tem sido frequente.Quero saber se o problema que relatei dos pés é consequencia da coluna,grata pela atencão.

  • Evanice Maria Gomes

    Fiz um exame radiológico e tive redução no espaço articular de todos os espaços discais isto é doença degenerativa?

  • silvia

    tenho escoliose e foi constatado degeneração da coluna,trabalho muito em pé,sentada fico pouco pois tenho muita dor na lombar,estou fazendo pilates as vezes tenho muita dor dependendo do exercício e as vezes não,será que o pilates é o exercício certo para min.

  • vandilson alves nascimento

    pelo amor de deus me ajuden tenho uma hernia de disco na culuna em L5 si ESTOU QUASE PERDENDO OS MOVIMENTOS DA PERNA ESQUERDA JA NAO POSSO FICAR EM PE POR DUAS HORAS MAS PRECISO DE TRATAMENTO POIS PRECISO DO MEU TRABALHO JA TENTEI PELO SUS MAS ELE COMO VCS SABEM NAO EXISTEM CHEGO A CHORAR DE DOR POR FAVOR ME RESPONDAM ESTE COMENTARIO FICO MUITO GRATO A VCS OBS JA ESTOU SOFRENDO A 5 ANOS MEU FONE 11 25 11 1276 OU CELULAR TIM 11 8372 0655 MUITO GRATO VANDILSON ALVES NASCIMENTO

    • http://www.herniadedisco.com.br Equipe ITC Vertebral – Degeneração Discal

      Temos uma taxa de 87% de sucesso no tratamento.
      Procurem uma das unidade do ITC Vertebral e faça uma avaliação: http://www.itcvertebral.com.br/cidades-com-itc

  • sirlei

    pessoa com degeneraçao e disidrataçao discal lombar na t1 t2 tem condiçoes detrabalhar como na higienizaçao que eserviço repetitivo pois ja trabalhou 18 anos nesse trabalho . obrigada se me responder .

  • marcilene dos santos

    gostei da materia meu marido tem perda do liquido e ernia de disco gostaria de saber como fazer para repor o liquido da coluna se puder me responda.

  • ALINE

    Tenho 37 anos e estou com problema de degeneraçao em tres vertebras da coluna (lombar) sinto muita dor na perna direita, pois coprimiu o nervo siatico a mais ou menos um ano e meio venho so tomanda medicaçao e nada, agora troquei de medico e estou fazendo fisioterapia, por enquanto so co eletroudos, gostaria de saber se tem recuperaçao ou um tratamento especifico. o q fazer?? mora em gnia . desde ja agradeço .

  • Rosa Maria Martins

    Tenho quase 42 anos e trabalho há 26 anos. Nesse tempo foram 23 anos em trabalho administrativo, somente sentada e muita correria. Em 2009 comecei tratamento com fisioterapia de alongamentos assistido por equipe da Medicina Preventiva da Intermedica, por causa de desidratação degenerativa em L5 e S1 e protusão discal nesse nível. Não consegui mais trabalhar sentada, sentia muita dor e tomei muito remedio para aguentar. Hoje estou afastada pelo INSS por causa da coluna e também veio a depressão. Continuo tratamento incluindo mais vezes de fisioterapia e muito repouso. As dores tiveram uma melhora de 70% nos 05 meses que já estou afastada. Percebo que mesmo em casa se fico mais tempo sentada no sofá ou cadeira, sinto ainda ao levantar muita dor, então tenho que tomar Tramal comprimido e me limitar nos movimentos para que melhore. Bom, gostaria de saber se eu continuar afastada, sem ficar sentada muito tempo, se o problema pode ser controlado mais fácil, sem transtornos maiores para o futuro. Fico no aguardo, obrigada. Rosa Maria

  • janderval

    eu fis uma artrodese ir estou muito pior meu medico fala que e porque a minha coluna esta touda doeite o que vc axa

  • Mikaela Lopes

    Eu estou com discopatia degenerativa crônica. Sinto dores dia e noite, por esta razão não durmo, somento com medicamento anestesico e por pouco período de tempo. Ando sofrendo bastante há exatamente 4 semanas. Infelizmente dependo do SUS que ainda me promete um especialista. Enquanto isso faço uso de diversos medicamentos orientada por clinicos gerais que não fornecem resultado algum. Até Oxicodona já foi prescrito sem solução. Tomo Tramal de 8/8 hs e 3 dipironas 4/4 hs, mas mesmo assim as dores não cessam. Minhas pernas já perderam a mobilidade, mas ainda as sinto com formigamento constante e dormencia. Gostaria de uma orientação sobre o assunto com a máxima urgência se for possível, pois não aguento mais sofrer. Me prometeram que até o fim desta semana que entra eu vou ser atendida por um especialista, mas estou com muito medo.
    Mais uma vez peço, por favor, se possível, me enviarem informações.

    Grata,
    Mikaela Lopes.

  • Verônica

    Adorei os esclarecimento. Pois já vou levar a ressonância para o médico sabendo +- o que é e como tratar.

  • Denuncias anonimas

    Gostaria de fazer umas perguntas como:

    Tenho desidratação discal lombar de L3 a S1, e redução dos espaços intersómaticos L3 a S1.

    Protrusão discal paramediana foraminal a esquerda entre L4-L5 e l5-S1, comprimindo a face anterior do saco tecal. Sinto muita dor e minhas pernas estâo ficando durmente minha dor só passa com dimorf viu ao medico e disse que isto e uma doença cronica gostaria de saber se e verdade ou preciso operar

  • leanderson

    Redução discal tem cura???

  • gra

    gostaria de saber o que gera a degeneração e perda de líquido nos discos. Obrigada,

  • tonia

    espondiloses de t9 a t12 e a redução parciais dos espaços discais t9 t10 e t11 quer dizer o que ?

  • claudio silva

    ja fiz sete cirurgias na coluna ainda sinto fortes dores na mesma tenho qutro lâminas na coluna posso fazer fisioterapia para diminuir as dores.Obrigado

Os textos mais lidos e “curtidos” em nosso site:

Quer mais

Conteúdos sobre fisioterapia são nossa especialidade. Leia sobre problemas na coluna vertebral, hérnia de disco, dicas e outros: